Página Inicial Imprensa Noticias Ação da Cogerh reforça abastecimento de água em Solonópole

Ação da Cogerh reforça abastecimento de água em Solonópole

Avalie este item
(0 votos)

Poço de Jacó construído na bacia hidráulica do açude Riacho do Sangue visa aumentar a oferta de água ao SAAE do município

 

A Gerência de Limoeiro do Norte da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) concluiu a construção de mais um Poço de Jacó. Desta vez, na bacia hidráulica do Açude Riacho do Sangue, em Solonópole, no Sertão Central do estado. A medida tem objetivo de melhorar o abastecimento da área urbana do município, que é atendido pelo Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

Solonópole está entre os 21 municípios cearenses com maiores dificuldades de abastecimento em virtude da estiagem prolongada. Além da água obtida por meio do Poço de Jacó, o abastecimento emergencial da área urbana é realizado com poços e chafarizes construídos pela Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra).

“Temos travado uma batalha incessante para garantir, mesmo com dificuldades, o abastecimento emergencial não só de Solonópole, mas também de todas as sedes municipais de grandes distritos em dificuldades”, destaca o presidente da Cogerh, João Lúcio Farias.

Segundo Farias, nas reuniões semanais do Grupo de Contingência os técnicos e gestores dos diversos órgãos que lidam com recursos hídricos (SRH, Cogerh, Sohidra, Funceme, Cagece, Defesa Civil e Gabinete do Governador) se debruçam sobre os municípios em maiores dificuldades na busca de medidas minimizem os efeitos da estiagem.

“Não existe uma solução geral, cada caso é um caso. Por isso é importante a reunião de várias cabeças para analisar a situação de cada município. É a ocasião na qual analisamos se a saída está na construção de poços, nos chafarizes, no poço de jacó ou, como costuma acontecer, num pouco de cada coisa”, detalha João Lúcio. “As ações são sempre complementares”, enfatiza.

POÇO DE JACÓ

Dá-me de beber (João 4,7)

A frase acima está no evangelho narrado por João, e descreve a passagem na qual Jesus, sentado à beira do Poço de Jacó, pede água a uma mulher da Samaria. O poço havia sido construído por Jacó, em terras que legara ao filho José. Suas águas saciaram a sede de gerações.

Foi inspirado nessa passagem bíblica que Hélder Cortez, diretor da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) decidiu batizar uma das principais intervenções do setor de recursos hídricos no enfrentamento aos efeitos da atual seca.

Trata-se de um poço escavado com máquina retroescavadeira no leito seco dos rios ou na bacia hidráulica de açudes colapsados. “Buscamos nos velhos sertanejos a inspiração para essa obra. Os nosso irmãos já faziam poços nos leitos secos dos rios para obter a água de beber de matar a sede de pequenos animais”, conta Hélder. “O que fizemos foi ampliar a escala”.

Dessa forma, sedes municipais inteiras passaram a ser abastecidas com água obtidas nos poços de Jacó. “A Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) tem sido uma grande parceira, literalmente rasgando leitos secos de rios e de açudes” destaca Hélder.

Ler 97 vezes Última modificação em Segunda, 29 Janeiro 2018 14:39